sábado, 21 de julho de 2012

Trilogia Batman" de Nolan e sua fama de amaldiçoada


A Warner Bros. tirou de circulação o trailer de "Gangster Squad", exibido antes do filme do Batman", que tem uma cena em que homens armados abrem fogo contra a plateia de um cinema.

O estúdio divulgou comunicado em que afirma estar "profundamente triste com esse incidente chocante".

O diretor de "Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge", Christopher Nolan, divulgou nota em nome do elenco e da equipe do filme, na qual expressou "profundo pesar" pela "tragédia sem sentido" no Colorado. O elenco estava em Paris para a première na noite de ontem, que foi adiada pela Warner Bros. Foram canceladas todas as entrevistas agendadas.

Antes mesmo do tiroteio, a "trilogia Batman" de Nolan já tinha fama de amaldiçoada, após acidentes nos sets e entre seus artistas, incluindo a morte do ator Heath Ledger, o Coringa do filme anterior.

Ledger, 28, morreu de overdose acidental de medicamentos seis meses antes da estreia de "Batman: O Cavaleiro das Trevas" (2008), que lhe rendeu um Oscar póstumo. Três meses antes, um técnico de efeitos especiais morreu nas filmagens.

Em 2011, uma dublê de Anne Hathaway, que faz a Mulher-Gato, se acidentou ao gravar uma cena de moto.
Entre quinta e ontem, noite da tragédia de Aurora (Colorado), o filme teve pré-estreia em 3.700 salas e arrecadou US$ 30 milhões, ultrapassando o recorde anterior, de "Os Vingadores", em maio.

Antes do tiroteio, a expectativa era que o novo Batman fosse o maior lançamento de 2012, com bilheteria de fim de semana estimada de US$ 185 milhões a US$ 210 milhões, recorde para a indústria.
O longa deve estrear no Brasil na próxima sexta.

Reprodução da Folha de São Paulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário