sexta-feira, 13 de julho de 2012

Rede social para evangélicos vai arrecadar dízimo para igrejas

deputado Eduardo Cunha

A rede social Fé em Jesus, só para evangélicos, vai arrecadar dízimo para as igrejas, além de vender bíblias e CDs.

Apelidada de Jesusbook, a rede será lançada amanhã (14), dia em São Paulo da Marcha para Jesus, no endereço www.feemjesus.com.br

O seu proprietário é o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Ele informou ter a expectativa de que a rede obtenha pelo menos 3 milhões de adesões. “Seremos a maior audiência evangélica do país”, disse à Folha de S.Paulo. 

O gasto anual de manutenção da rede está orçado em R$ 2 milhões. Inicialmente, o Jesusbook conta com dois patrocinadores (ainda não revelados), mas Cunha afirmou que o grosso da receita tende a vir da venda de publicidade. 

A rede diz ser “uma iniciativa de um grupo de cristãos que acredita na transformação do Brasil”. Cunha informou ter convidado lideranças evangélicas de várias denominações para integrar um conselho editorial. 

A seção de notícias da rede já está no ar e alguns de seus destaques são “Kit gay disfarçado entra nas escolas com o apoio do governo”, “OAB garante em parecer o direito de psicóloga de expressar sua fé em Cristo” e “Novo Código Penal traz mudanças polêmicas, como ampliação do aborto legal”.



Cunha é fiel da Igreja Sara Nossa Terra e autor do polêmico projeto de lei 7382/2010, elaborado com o propósito de proteger os heterossexuais contra discriminação.


Leia mais em http://www.paulopes.com.br/#ixzz20YKm37gB 

Nenhum comentário:

Postar um comentário