domingo, 5 de agosto de 2012

Atirador e mais seis morrem em templo religioso nos EUA



Pelo menos sete pessoas morreram neste domingo quando tiros foram disparados em um templo sikh na cidade de Oak Street, no Estado americano de Wisconsin. Entre as vítimas está o atirador, morto pela polícia.
Quatro pessoas morreram do lado de dentro e três do lado de fora do prédio.
O templo é frequentado por adeptos do sikhismo, religião criada na Índia que combina hinduísmo e islã. A polícia de Oak Creek, uma cidade de 30 mil habitantes localizada ao sul de Milwaukee, foi chamada ao local por volta das 10h30 no horário local (12h30 de Brasília).
Pelo menos 12 ambulâncias estão estacionadas em frente ao templo e a polícia fez um cordão de isolamento para impedir a aproximação de jornalistas e curiosos.
Esperando por notícias em frente ao templo, Parminder Kaleka disse ao diário Milwaukee-Wisconsin Journal Sentinel que falou ao telefone com o cunhado, que está dentro do local. "Ele me disse que 25 pessoas ou mais foram baleadas, mas não sabia se elas estavam vivas ou mortas", contou. "É uma enorme tragédia para nossa igreja."
Os Estados Unidos ainda se recuperam do choque causado por um ataque a um cinema que deixou 12 mortos em Aurora, no Colorado, em 20 de julho, durante a estreia do filme "Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge".
James Holmes, 24 anos, responderá a 142 acusações pelo ataque - sendo 12 de assassinato em primeiro grau, 12 de assassinato com extrema indiferença e 116 de tentativa de assassinato.

AP
Mulheres aguardam notícias em frente a templo sikh em Oak Creek


Com AP e informações da CNN

Nenhum comentário:

Postar um comentário