terça-feira, 8 de maio de 2012

Vereadora evangélica só recebe um voto, mas consegue se eleger: “é chamado de Deus”

Vereadora evangélica só recebe um voto, mas consegue se eleger: “é chamado de Deus” No município de Coivaras, interior do Piauí, um fato pra lá de inusitado chamou a atenção da classe política e também da população, uma professora aposentada, que é evangélica, foi empossada como vereadora da cidade, porém, nas eleições ela obteve apenas um voto. Constância Melo Carvalho, de 79 anos, definiu o acontecimento como um “chamado de Deus”.
A ex-professora assumiu o cargo após a Cassação do mandato da vereadora Raimunda Costa dos Santos, por infidelidade partidária. A nova titular do cargo explicou que registrara sua candidatura em 2008, entretanto, seu único filho faleceu no mesmo período e ela desistiu da candidatura, “Quanto meu filho morreu, eu me desiludi com a política e pedi para que ninguém votasse em mim. Quando fui votar: ‘Não vou ser besta, vou votar em mim por causa da legenda do partido. E não é que deu certo?’”, explicou a nova vereadora de Coivaras.
Constância ainda revelou que é evangélica desde os dois anos de idade, e acredita que o fato de ter votado em si mesma quando já houvera desistido da campanha foi um “chamado de Deus”.  Ela disse não saber se disputará as próximas eleições que acontecerão ainda este ano, porém, com o tempo que ainda lhe resta de mandato pretende construir uma Casa do Idoso e construir calçadas nas ruas da pequena Coivaras, que tem apenas 3.398 habitantes.

Fonte: Gospel mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário