segunda-feira, 14 de maio de 2012

Calendário que mostra travestis na Santa Ceia é ofensivo, diz deputado

Foto toma como referência pintura de Leonardo Da Vinci
O deputado estadual Fernando Hugo (PSDB), da Assembleia Legislativa de Ceará, disse que o Calendário Transledário é ofensivo aos católicos porque reproduz obras sacras famosas, como a Santa Ceia, de Da Vinci, e Petà, de Michelangelo, tendo como modelos travestis e homossexuais. Disse que obras originais foram desfiguradas.

Para Hugo, há o agravante de o calendário ter sido custeado com dinheiro público, da prefeitura de Fortaleza. Afirmou que se trata de um gasto “improdutivo, irresponsável e insano”.

Ele vai pedir ao MPE (Ministério Público Estadual) uma investigação para que se saiba quanto custou o calendário. O deputado quer também que os representantes da Igreja Católica se manifestem contra a “afronta”.

O deputado estadual Antônio Carlos (PT) acusou Hugo de preconceituoso porque, disse, o objetivo do calendário não é ofender os católicos, mas destacar a diversidade sexual.

Adão gay e Virgem e Jesus transexuais
Calendário com modelos homossexuais e travestis
Referências à criação de Adão e à Pietà, de Michelangelo
Com informação da Agência Estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário