sexta-feira, 27 de abril de 2012

Suíça que só se alimentava de luz é achada morta


Uma mulher que vivia no leste da Suíça e que achava que poderia sobreviver se alimentando só de luz foi encontrada morta. 
Anna Gut estava com 50 e poucos anos quando assistiu, em 2010, a "In the beginning there was light", um documentário em que dois homens garantiam se manter vivos apenas com a luz: o antropólogo suíço Michael Werner, de 62 anos, e o yogi indiano Prahlad Jani, de 83. 
Werner diz que vive dessa maneira desde 2001. Jani é mais radical: nenhuma comida ingerida há 70 anos! 
A suíça também se orientou por um livro da australiana Ellen Greve, que diz viver do "ar eterno". E então Anna iniciou o processo: não comeu nem bebeu nada por uma semana. Ela se livrou até da saliva. 
Nas duas semanas seguintes ela passou a tomar água, mas já estava bem fraca, para preocupação dos filhos, que não moravam com Anna. 
A mulher deciiu seguir em frente com a "fotossíntese". Um dia os filhos a encontraram morta em casa, noticiou o site "The Local".

Notícias Cristãs com informações do PNF/Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário