segunda-feira, 9 de abril de 2012

Manifestantes protestam durante o 13º Congresso Diante do Trono

 

Manifestantes protestam durante o 13º Congresso Diante do Trono
Participantes do movimento Evangelho Puro e Simples foram até Belo

Horizonte levantar suas faixas contra o comércio da palavra de Deus. No Expominas acontecia o 13º Congresso de Louvor e Adoração Diante do Trono e muitos dos presentes se sentiram incomodados com os manifestantes.

O grupo tinha faixas com dizeres como “O $how te que parar” e outros versículos bíblicos sobre a palavra de Deus que tem se tornado algo rentável. No relato postado por Wagner Júnior o grupo foi hostilizado pelos fãs do Diante do Trono.

“Quando abrimos as faixas, a fila para entrar no “Congresso” se voltou para nós: Expressões de Ódio e Reprovações eram nítidas!”, escreveu ele no site blog Web Evangelista. Wagner diz que essas pessoas mostram que tiveram suas mentes “cauterizadas pelo ‘movimento gospel’”.

Outro ponto destacado pelo blogueiro foi a idolatria que muitos dos participantes demonstravam pela líder do grupo, Ana Paula Valadão, mulheres que a imitavam não só nas roupas como no jeito de falar.

“Devo admitir que fiquei triste e segurando as lágrimas durante o protesto. Ver a igreja de Cristo perdida numa apostasia sem fim, as mulheres eram xerox da

Ana Paula Valadão no jeito de se vestir e falar, uma igreja que se assusta e joga pedras em faixas com versículos bíblicos. Defendem suas estrelas gospels com unhas e dentes”, escreveu.

Refúgio para a comunidade gay

Outro ponto polêmico no relato de Wagner Júnior foi em relação aos fãs homossexuais do grupo Diante do Trono. Ele acredita que o ministério deveria falar mais abertamente sobre o caso. “É nítido que a Lagoinha virou um refugio para a comunidade gay. Uma coisa é acolher os homossexuais (não fazemos mais do que obrigação como cristãos), mas é preciso pregar a verdade, verdade essa que vai trazer libertação. Mas parece que a Lagoinha não prega contra!”.

Deixando claro que não é homofóbico, mas que é contra a prática, Wagner relata que haviam muitos homossexuais participando do Congresso e que ele chegou a atender alguns desses grupos. “Atendemos grupos e grupos de homossexuais que vieram falar conosco. Os recebemos em amor, e tenho certeza que ali foi plantado uma semente, que no tempo hábil o Senhor fará Germinar”, disse.
Confira mais informações e fotos aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário