quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Padre que comprou carro de luxo pede afastamento da igreja


Após as críticas e a repercussão do caso o padre Pedro Camilo resolveu não só pedir transferência como também vender o carro. O dinheiro da venda do automóvel não ficou com ele, mas no fundo paroquial administrado pela igreja.


Padre que comprou carro de luxo pede afastamento da igrejaO padre Pedro Camilo não está mais na Paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Vila Velha (ES), pois solicitou o afastamento e será transferido para outra igreja no mesmo estado.

Camilo chamou a atenção dos fiéis por ter adquirido, com dinheiro da igreja, um carro luxuoso no valor de R$86 mil. O padre chegou a dizer que R$29 mil foram retirados de sua própria economia e que o carro seria usado para auxiliá-lo em suas atividades religiosas, o que validaria a compra.
O arcebispo de Vitória não condenou a compra e disse que os padres que não possuem voto de pobreza podem ter bens, desde que também façam doações como caridade.
Mas para os fiéis da paróquia a vida de luxo não combina com o sacerdócio, principalmente depois que eles viram a simplicidade que o papa Francisco tem demonstrado passeando pelo Rio de Janeiro em um carro popular sem qualquer luxo.Fiéis denunciam vida de luxo de padre no ES
Procurado pelo G1 o pároco não foi encontrado para comentar sua decisão, antes de assumir uma nova igreja o religioso passará por um retiro espiritual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário