sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Pastor se recusa a celebrar cerimônia de casamento porque vestido da noiva era “ousado” demais

Pastor se recusa a celebrar cerimônia de casamento porque vestido da noiva era “ousado” demais
Modelo usando vestido idêntico ao escolhido pela noiva
Um pastor se recusou a realizar uma cerimônia de casamento devido ao vestido da noiva, que considerou “ousado” demais.
O inusitado acontecimento deixou convidados e parentes furiosos e o casal frustrado com a postura inflexível do apóstolo Michael Canty, líder da The Truth Ministries Holiness Church, na cidade de Houston.
Quando foi cumprimentar os noivos, em separado, Canty perguntou à noiva em tom de brincadeira onde estaria a outra metade do vestido. Minutos depois, pediu a um de seus auxiliares que fosse ao camarim para questionar sobre o vestido, e recebeu a resposta de que o modelo escolhido pela noiva era aquele mesmo.
Então, Michael Canty tomou uma decisão drástica: ou a noiva providenciava uma forma de cobrir o busto e alongar o cumprimento do vestido, ou ele não realizaria a cerimônia de casamento.
Os parentes tentaram argumentar dizendo que não haveria meios de providenciar o que ele havia pedido em tão pouco tempo, e o pastor se manteve irredutível.
Após mais de quatro horas de espera, os convidados se mostravam impacientes, e a família resolveu contar o que havia acontecido. O sentimento de indignação com o pastor foi generalizado, e um dos convidados, que também era pastor, se ofereceu para realizar a cerimônia. Entrentanto, Michael Canty não autorizou que o pastor convidado celebrasse o casamento, e demonstrou sentir-se ofendido com a iniciativa.
“Eu não posso acreditar nisso! Eu voei até aqui para assistir ao casamento do meu primo e agora tenho que aturar essa porcaria. Agora, este chamado pastor não quer sair de seu escritório”, disse o primo da noiva ao site America Preachers.
A noiva, que se recusou a mostrar uma foto dela vestida com a peça, enviou ao portal de notícias uma foto com uma modelo usando um vestido idêntico ao escolhido por ela, e justificou sua opção: “Eu sou uma pessoa única, escolhi este vestido porque é diferente dos o vestidos tradicionais de casamento, que você vê em todas as cerimônias”.
Agora, a família da noiva estuda formas de cobrar o ressarcimento do prejuízo com a festa e deslocamentos de familiares e outros convidados, que viajaram de diversas regiões dos Estados Unidos para comparecer ao casamento.

Um comentário:

  1. Parabenizo este Pr. pela coragem e testemunho.

    O escândalo que este evento causou ao Evangelho...
    Quem vai ressarcir?

    ResponderExcluir