quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Estudante Evangélica é expulsa por se recusar a usar a "marca da besta"

EEUU.-A estudante evangélica Andrea Hernandez 15 anos, foi expulso da escolaJohn Jay da High School de San Antonio, Texasâ no final de 2012, porque eles concordaram em tomar, o que ela chama de"marca da besta ", uma cartão de identificação do aluno com um microchip integrado que serve para indicar a localização dos alunos durante o tempo que passam na escola. 

Andrea acredita que é uma ofensa à sua fé cristã, porque isso seria uma forma de controle estabelecido pelo livro Apocalipse.

Sua postura gerou muito debate depois de receber atenção da mídia. Por outro lado, escola  garante que é uma medida de segurança para os alunos .atualmente está tendo uma batalha judicial na corte do Texas e a primeira vitória de Andrea já ocorreu.

Preventivamente, a escola decidiu deixar o "programa de monitoramento aluno " até a decisão final do tribunal.O projeto de San Antonio foi um piloto deve ser estendida a todas as escolas no Texas em um futuro próximo .Segundo funcionários da escola, o impacto do caso de Andrea motivou outros alunos não querem ser supervisionado pela escola. 

Rutherford Institute está defendendo a família Hernandez, que requer a filha para ser readmitido para a escola e para completar seus estudos. Os primeiros 4.200 alunos de escolas secundárias e Jones John Jay Middle School foram forçados a usar os chamados "SmartID" uma placa com um RFID (radio frequency identification). 

Esta tecnologia faz com que o chip envia sinais para um receptor que indica a localização da pessoa dentro da escola, controlando a sua presença na sala de aula e uma biblioteca de acesso. Apoiado por membros de várias igrejas da cidade, disse Andrea continuar lutando por seu direito de não ser monitorado. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário