quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Reformatório evangélico tenta “curar gays e outros jovens problemáticos”

Reformatório evangélico tenta “curar gays e outros jovens problemáticos”
Kiddnaped for Christ [Sequestrados por Cristo] é um documentário que mostra as histórias de vários adolescentes americanos enviados para uma escola cristã evangélica localizada numa região remota da República Dominicana.
Chamado “Escuela Caribe”, o internato é dirigido por evangélicos americanos e é anunciado como um local “cristão terapêutico”, cuja missão é “ajudar os jovens problemáticos a transformarem-se em adultos cristãos e saudáveis” ​​.
Embora muitos tenham elogiado a escola, que afirma ter recebido centenas de adolescentes problemáticos nos últimos anos, muitos ex-alunos começaram a fazer denúncias contra a escola, alegando que sofreram abuso psicológico e físico durante seu tempo lá.
A diretora do filme, Kate Logan, começou a documentar as experiências dos alunos desta escola e teve acesso sem precedentes para filmar no local durante sete semanas durante o verão.
Através de entrevistas francas com os alunos em dificuldades, filmagens de professores impondo uma disciplina dura e punições físicas, além de registrar a tentativa de resgate de um aluno maior de idade que diz estar sendo detido contra sua vontade.
O filme é centrado na história de Davi, uma estudante do Colorado enviado para Escuela Caribe depois de dizer aos pais que era gay. Como muitos outros, David foi levado de sua casa durante a noite, sem aviso prévio, por um “serviço de transporte”. Ele não sabia para onde seria levado ou quando voltaria para casa.
Enquanto esteva na Escuela Caribe, David não podia comunicar com seus amigos nem com a  família. Quando os cineastas chegaram, ele pediu que levassem escondidos uma carta que ele havia escrito em segredo, endereçada ao seu melhor amigo. Quando a carta chegou ao conhecimento dos amigos de David, contando o que havia acontecido com ele, muitas pessoas se uniram para tentar libertá-lo.
Tirar David da escola, no entanto, acabou por ser uma tarefa muito mais difícil do que se imaginava. Suas tentativas mostram como a Escuela Caribe age para impedir que um aluno possa sair.
O documentário não tem uma data oficial de lançamento previsto e seus produtores têm recorrido à internet para levantar o dinheiro que ainda precisam para terminar o processo de edição e publicidade.
Organizações que lutam pelos direitos dos homossexuais tem feito uma campanha para que o filme possa ser lançado em breve e entendem que ele mostra uma faceta radicalmente homofóbica dos evangélicos. Nos Estados Unidos, como na maioria dos países, é proibido tratar o homossexualismo como uma doença que pode ser curada.
Assista ao trailer:



Gospel Prime

Nenhum comentário:

Postar um comentário