quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Pastor indiano sofre espancamento após ter exibido filme sobre a vida de Jesus

O Conselho Global de Cristãos da Índia denuncia que “a intolerância religiosa para os cristãos é alarmante”. No dia 31 de janeiro, na Índia, o pastor protestante Rajendra Mashi, de 35 anos, foi agredido por nove militares hindus do grupo extremista Bajrang Dal. De acordo com a agência Fides, a acusação era de fazer falsas conversões e por ter exibido um filme sobre Jesus Cristo, na língua do local.

O pastor disse que o ataque ocorreu no dia 31 de janeiro, no final da exibição do filme. O grupo extremista indaviu a sala, destruiu a tela da tv, o dvd player e os altos falantes, todos os equipamentos utilizados para a exibição do filme.
Depois de destruírem a aparelhagem, partiram para a agressão ao pastor. Agrediram-no por mais de uma hora, deixando-o com hematomas em seu rosto, lacerações e um ferimento grave no olho esquerdo. Os fiéis que assistiam a cena ficaram muito assustados.
O pastor Mashi, que tem realizado um trabalho no distrito de Rajnandgaon, na área central da Índia, no estado de Chhattisgarh, após ter sofrido o ataque, foi acusado para a Polícia pelos agressores de realizar falsas conversões. O pastor, na delegacia, disse só ter exibido o filme. A polícia o liberou, concluindo que não havia cometido crime algum.
O diácono Thiago Dearo, da igreja Assembleia de Deus, em Madureira de Novo Horizonte, SP, fez uma colocação sobre o acontecido: “É triste vermos que, enquanto organizações recebem apoio por produzir filme onde Jesus é seduzido na cruz, pastor é espancado por apresentar filme sobre Jesus”.
Com informações: Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário