segunda-feira, 16 de maio de 2011

PASTORES ADULTERA USANDO COMO BASE, A BÍBLIA . A HERMENÊUTICA PASSOU LONGE E O TEMOR A DEUS, A MILHAS




A Polícia Civil de Rio Branco, capital do Acre, prendeu o pastor Laudionor Siqueira de Araújo (foto), 43, sob a acusação de abusar sexualmente de pelo menos duas garotas, uma de 13 anos e outra de 16. 

Ele pregava o evangelho ao longo de rodovias, como a AC 40, nas casas de fiéis que não têm templo por perto. 

De acordo com o delegado Rafael Pimentel, Araújo, em diferentes ocasiões, levou as adolescentes para sua casa de modo a livrá-las da Pombagira Maria Padilha. 

Durante a sessão de exorcismo, após untar o corpo da vítima, o pastor a violentava a mando de Deus, porque somente assim, segundo ele, o espírito demoníaco da Pombagira seria expulso. 

O delegado disse que o pastor amedrontou as garotas com a possibilidade de, caso continuassem possuídas, serem atacadas por homens atraídos sexualmente pela Pombagira, e elas poderiam ser mortas.

Exames laboratoriais confirmaram que as adolescentes foram estupradas. 

O pastor não se manifestou para dar a sua versão.  A polícia informou que ele já tinha cumprido uma pena por estupro.

Com informação e foto site O Rio Branco.

Pastor que levou menina a motel diz que só aceita o julgamento de Deus





O pastor Edson Luis Freitas, da Assembleia de Deus,  não gostou de estar sendo filmando pela TV Liberal e disse ao repórter: “Meu amigo, quem julga a minha causa só é Deus. Tu não é nada”. 

Na madrugada deste domingo (27) ele foi preso em flagrante com uma menina de 13 anos em um motel de Itaituba, cidade do sudoeste do Pará com 97 mil habitantes a 1.626 km de Belém, a capital. 

A polícia também prendeu Elizabeth da Cruz sob a suspeita de ser aliciadora. É ela que teria feito a intermediação entre a adolescente e o evangélico. 

De acordo com relato de testemunhas ao MP (Ministério Público), o pastor apareceu na orla da cidade à procura de Elizabeth. Depois de uma conversa entre os dois, ela selecionou uma adolescente de um grupo de meninas para que saísse com ele. No grupo, havia menina que aparentava ter 10 anos.


A adolescente disse à polícia que não esperava que o pastor fosse levá-la para um motel. Elizabeth negou que seja aliciadora. 

Alessandro Campos, advogado do pastor, afirmou que seu cliente foi vítima da menina, que vinha assediando-o há algum tempo. Falou que a garota disse ter 18 anos, e o pastor acreditou.

O pastor da Assembleia de Deus foi mandado para o presídio.


"Tu não é nada"



Com informação da Globo News.


Um comentário:

  1. A coisa ta muito facil, o cara assiste ums dvds de pregações, compra uma credencial de pastor, incrível, eles conceguem ate credencial de instituições sérias, e sai por ai se dizendo pastor e praticando prostituição e outros crimes, inclusive pedofilia que é o caso desses e outros.

    ResponderExcluir