terça-feira, 11 de junho de 2013

Talibãs são acusados de decapitar dois menores no Afeganistão



Crianças foram capturadas quando procuravam comida no lixo de uma base do exército. Grupo nega autoria das mortes


Afeganistão - Dois menores afegãos foram decapitados pelos insurgentes talibãs no sul do Afeganistão, informou nesta segunda-feira uma fonte oficial em comunicado.

Os menores de 10 e 16 anos foram capturados ontem pelos insurgentes quando procuravam comida no lixo de uma base do exército afegão no distrito de Zhari, na província de Kandahar, de acordo com o comunicado do governo desta região.

Após a captura, as meninos foram decapitados", diz o comunicado. Os jovens, de famílias pobres, costumavam se aproximar da base para pegar alimentos, que depois levavam para casa.

Os talibãs negaram a autoria dos fatos e condenaram a morte do menor de idade: "O Emirado Islâmico proibiu a decapitação de pessoas", disse um porta-voz dos insurgentes à agência local "AIP".

No ano passado, os talibãs foram acusados de decapitar um adolescente de 12 anos no sul do país e uma menina de sete anos no leste. Em ambos os casos, os insurgentes negaram seu envolvimento.

Hoje os talibãs fizeram um ataque suicida contra o aeroporto de Cabul, onde morreram sete insurgentes sem que fossem registradas vítimas entre a população civil.

Além disso, outros seis insurgentes morreram quando tentaram tomar o controle do escritório do censo de Qalat, capital da província de Zabul, no sul do Afeganistão.

Os dois ataques acontecem em pleno processo de retirada gradual das forças da Otan que ainda estão na nação asiática.

Esse processo deve terminar em 2014 com a tomada pelas forças locais da segurança em todo o Afeganistão, mas não refreou a violência e coincide com um dos momentos mais sangrentos da guerra que há mais de uma década assola o país.
Fonte: ODIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário