sexta-feira, 21 de março de 2014

Seria um sinal profético do arrebatamento, Avião desaparecido na Malásia

Avião desaparecido na Malásia seria um sinal profético do arrebatamento?Profecia sobre avião desaparecido na Malásia intriga fiéis
Cerca de duas semanas após o desaparecimento do avião da Malaysia Airlines, voo MH370, o assunto permanece nos telejornais. Como as buscas não tiveram sucesso, o mistério ainda intriga milhões de pessoas que acompanham o caso.
Em especial na Malásia, de onde partiu com destino a Pequim. Os parentes das 240 pessoas que estavam a bordo ainda esperam por notícias. Majoritariamente muçulmana, a população da Malásia está acostumada a ver as minorias religiosas, como cristãos e budistas, serem perseguidos e terem seus templos incendiados.
No início do ano surgiu uma grande polêmica quando grupos radicais exigiram que o governo proibisse os não-muçulmanos de usarem a palavra “Allah”. Ou seja, na prática atingiria todas as Bíblias e publicações cristãs do país, pois o termo também é usado por cristãos e evangélicos que falam malaio, pois esse é o único termo da língua para designar a divindade.
Mas aparentemente o desaparecimento do avião, que criou um clima de comoção nacional, parece ter mudado o cenário para a minoria cristã. O movimento espontâneo batizado de “unidos pelo MH370” tem resultado em cenas até pouco tempo impensáveis.
Por exemplo, no estacionamento de um shopping center na capital Kuala Lumpur, líderes muçulmanos fizeram uma cerimônia ecumênica para a qual foram convidados pastores, padres, um monge budista, e um hindu. Após o Alcorão, trechos da Bíblia foram lidos para os presentes, num clima de harmonia religiosa que surpreendeu os presentes.
Orações pelo voo da Malasia
Cerimonia ecumênica em Kuala Lumpur.
No país de 28 milhões de pessoas não há notícias de crimes relacionados a causas religiosas desde a queda do avião, em 8 de março. E mais, cristãos relatam que o drama tem possibilitado que eles compartilhem sua esperança e fé com os seguidores do Islã. Ainda é cedo para dizer quanto tempo essa mudança durará, mas o fato tem alegrado a comunidade cristã.
Longe dali, na Nigéria, o pastor nigeriano T.B. Joshua continua afirmando que há um propósito divino no desaparecimento da aeronave. Embora ele não explique qual seria esse propósito, o vídeo em que ele profetizou sobre o desaparecimento de um avião durante um sermão em julho do ano passado faz sucesso na internet.
A mensagem profética do pastor nigeriano falava sobre uma nação asiática, mas na ocasião não foi revelada qual seria. Joshua conta aos fiéis que Deus lhe mostrava um incidente envolvendo um grande avião, com mais de 200 pessoas a bordo e que teria uma falha pouco tempo após decolar.
O pastor afirma que era necessário orar pelo país asiático, e que iria escrever uma carta para a embaixada daquela nação, pedindo que os pilotos prestassem mais atenção antes de decolarem.
A matéria sobre o assunto está entre as mais lidas do mês no sites de revistas evangélicas como a Charisma.  Esta semana, Anne Graham Lotz, filha do influente evangelista Billy Graham, postou em seu site pessoal uma carta aberta onde fazia um paralelo curioso. Para ela, essa enorme confusão por causa do desaparecimento de uma aeronave é um “pequeno retrato do que todo o mundo irá experimentar após o arrebatamento da igreja”.
No texto de quatro parágrafos ela é enfática: “A Bíblia é clara. Está chegando um momento em que Jesus vai voltar e reunirá todos os mortos e vivos que creram nEle. Naquele dia o mundo vai estar se perguntando: Onde estão todas essas pessoas? Não apenas 239, mas milhões delas”. Encerra dizendo que a humanidade deve estar preparada, especialmente os que ficaram para trás. Com informações Twincities, Charisma News e Huffington Post

Nenhum comentário:

Postar um comentário