terça-feira, 11 de março de 2014

BRASIL, UM PAÍS CHAMADO "LEPO-LEPO"

Por Renato Vargens

Por falta de tempo eu praticamente não assisto televisão. Na verdade, poucas tem sido as vezes que eu tenho dedicado parcos minutos aos programas televisivos. 

Há pouco li nas Redes Sociais um número incontável de pessoas comentando sobre o mais novo hit do mercado fonográfico. Curioso resolvi perguntar o que era "Lepo-lepo". 

 Pois é, confesso que fiquei chocado com as respostas e é claro com a canção. Para piorar a situação descobri que a música em questão é atualmente a mais tocada no Brasil. 

Caro leitor, infelizmente cheguei a conclusão que a maior parte da população brasileira gosta de lixo.Ora, aonde já se viu uma música tão vulgar ser a mais tocada num país? 

Eu não aguento mais tanta ignorância. Não suporto mais assistir em horário nobre à apologia a promiscuidade e a perversão sexual. Eu estou cansado de tanta bandalheira e imoralidade. Estou farto da política do pão e circo que “emburrece” a olhos vistos a sociedade brasileira. 

O pior de tudo é que no país do carnaval, do futebol, do lepo-lepo, nada muda, antes pelo contrário, a pouca vergonha se perpetua a olhos vistos. 

Tenho nojo deste país promiscuo onde o jeitinho é quem dita as regras. Tenho ojeriza dessa bandalha, tenho vergonha do jeitinho brasileiro, tenho asco dos políticos safados que em nome de uma falsa moralidade enchem suas contas bancárias de recursos que não lhes pertence, tenho vergonha dos contrabandistas, dos cafetões e cafetinas de colarinho branco, dos que traficam influência, de assassinos, terroristas, corruptos de todos os tipos que transformaram esta nação em covil de salteadores. 

Com tristeza no coração.

***

Renato Vargens é pastor, escritor e conferencista. Também é colunista do Púlpito Cristão e escreve em seu blog pessoal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário