sexta-feira, 4 de julho de 2014

Religião Universal: Berlim terá Primeira 'Igreja-Mesquita-Sinagoga' para Unir Religiões


Quem lê sobre sociedade secretas e sabe dos objetivos da Nova Ordem Mundial não vai ficar muito surpreso com essa notícia. Para unir religiões, Berlim terá primeira 'igreja-mesquita-sinagoga'.



"The House of One" (A casa de um, em tradução livre), como está sendo chamada, terá uma sinagoga, uma igreja e uma mesquita sob o mesmo teto.


O projeto foi escolhido em um concurso de arquitetura. Trata-se de um edifício de tijolo com uma torre alta e quadrada no centro. Do outro lado de um pátio ficarão as casas de culto das três religiões – a Sinagoga, a igreja e a mesquita. O rabino Tovia Ben Chorin. "Do meu ponto de vista judaico, a cidade que planejou o sofrimento dos judeus agora é a cidade que está construindo um centro para as três religiões monoteístas que moldaram a cultura europeia", disse à BBC.

O pastor Gregor Hohberg, um pároco protestante, disse que a Casa será construída no local onde foi a primeira igreja em Berlim, que data do século 12. A Igreja de St Petri foi duramente atingida no final da Segunda Guerra Mundial, quando o Exército Vermelho ocupou Berlim. O que restou foi destruído no período pós-guerra pelas autoridades da Alemanha Oriental.

"Sob o mesmo teto: uma sinagoga, uma mesquita e uma igreja. Queremos usar esses espaços para nossas próprias tradições e orações. E juntos queremos usar a área central como um espaço de diálogo e de discussão e também para aqueles não tem fé".

"Berlim é uma cidade onde pessoas de todo o mundo se reúnem e nós queremos dar um bom exemplo de união".

"A NOVA ERA", prega e divulga o ecumenismo, ou seja a união de todas as igrejas e religiões numa só ( católicos, evangélicos, espíritas, judeus, enfim todos juntos).

Veja um outro artigo relacionado de alguns anos atrás:

Político italiano propõe criar 'organização das religiões unidas' em roma

Cidade do Vaticano, 15 fev (RV) - O líder do Partido Democrático italiano, Walter Veltroni, propôs a criação de uma "Organização das Religiões Unidas", com sede em Roma, e assegurou que a ideia agradou muito ao secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, e ao papa Bento XVI.

Veltroni explicou que sua idéia consiste na criação de um "palácio das religiões" em Roma, como o da sede da ONU em Nova York, no qual representantes de todas as confissões do mundo possam se encontrar e dialogar. O líder político assegurou que já propôs sua iniciativa, intitulada "United Religions" (Religiões Unidas) tanto a Bento XVI como ao secretário-geral da ONU.

Veltroni anunciou a proposta durante uma coletiva de imprensa para sua despedida como prefeito de Roma, pois inicia sua campanha eleitoral como candidato, do novo Partido Democrático, ao cargo de premiê, nas eleições de 13 de abril.

Três dos organismos das Nações Unidas têm sede na cidade de Roma: o Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (IFAD), a Organização para a Agricultura e a Alimentação (FAO), e o Programa Mundial de Alimentos (PAM).



Sou a favor do fim das guerras motivadas por religiões, mas também sabemos que entre os objetivos da NOM, além de um governo único e uma moeda única, é a criação de uma religião universal...


Nenhum comentário:

Postar um comentário