quarta-feira, 3 de julho de 2013

Record demite bispo Honorilton Gonçalves


Record demite bispo Honorilton Gonçalves
O bispo Honorilton Gonçalves não é mais o vice-presidente artístico da Rede Record. A emissora de Edir Macedo resolveu tirar o bispo do cargo e colocar Marcelo Silva, que dirigia o RecNov, em seu lugar.

De acordo com o jornalista Ricardo Feltrin o motivo da saída de Gonçalves é a baixa audiência dos programas, principalmente as novelas “Máscaras” e “Dona Xepa”, essa última não tem marcado nem dois dígitos no ibope.

O jornalista da Folha de São Paulo diz também que o bispo estava sendo criticado até mesmo pelos os demais pastores da cúpula da Igreja Universal do Reino de Deus por insistir no programa “A Fazenda”.

Outro ponto decisivo para a saída de Honorilton seria a rescisão do contrato com o Gugu, que causou um prejuízo de mais de R$200 milhões à emissora, sendo que metade desse valor é a indenização que o apresentador deve receber.

O jornalista Lauro Jardim, da Veja, também comentou a saída de Gonçalves lembrando que ele era o número 1 da rede, chegando a ter mais poder que o próprio presidente da Record, no caso Alexandre Raposo.

“A troca de comando na Record acontece após meses de rumores e pelo menos dois anos de ibope cadente”, comentou Lauro Jardim. A queda do ibope da Rede Record fez com que o SBT voltasse ao segundo lugar na audiência trazendo alguns problemas financeiros para a emissora de Edir Macedo.

Ainda não se sabe se o bispo será transferido para outra área da empresa, Lauro Jardim acredita que ele será transferido para região Norte do país para comandar os trabalhos da IURD em um dos estados, mas até que isso seja resolvido ele será assessor do próprio Macedo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário