sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Pastor e "taxista" foi assassinado por um casal de menores



O taxista Ercule Castro Silveira foi assassinado por um casal de menores na noite da última quinta-feira na Linha Amarela, na pista sentido Barra da Tijuca, nas proximidades da Cidade de Deus, Zona Oeste do Rio. O casal, que pegou o taxi nas proximidades da Rodoviária Novo Rio, foi preso em flagrante e levado para a Delegacia de Homicídios. Os jovens, que teriam 16 anos, usaram a mochila do próprio motorista para estrangulá-lo e um aparelho GPS para golpear a vítima que, segundo a polícia, tentou resistir, mas morreu no local.
De acordo com a PM, o casal disse que o taxista tentou violentar a jovem durante a corrida, mas nem o policial e nem colegas de trabalho do taxista acreditam na versão. "Ele já trabalhava na nossa cooperativa há mais de 25 anos e também era pastor evangélico. Era pai de cinco filhos", disse o diretor da cooperativa que Ercule trabalhava, Lauro Cesar Miranda. O casal disse aos policiais que moram no interior de São Paulo e estavam vindo para a Cidade de Deus, onde ficariam hospedados na casa de um amigo. A informação está sendo checada pelos agentes. Com eles, ainda foram encontrados dois papelotes de cocaina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário