segunda-feira, 19 de maio de 2014

Estudante é expulsa de baile de formatura em igreja por usar “vestido curto demais”

Estudante é expulsa de baile de formatura em igreja por usar “vestido curto demais”
Uma estudante norte-americana de 17 anos iniciou uma polêmica discussão na internet após ser expulsa de seu baile de formatura, realizado em uma igreja metodista, depois que os organizadores do evento afirmaram que seu vestido era “muito provocante”.
Clare Schlaudt é de Chesterfield, no estado da Virginia, e participava do baile de sua escola realizado dentro do salão da igreja, onde estavam presente centenas de convidados. No Blog Schlaudt a estudante relata que inicialmente foi barrada na porta do evento por uma das organizadoras do baile, identificado como “Sra. D.”, que disse que seu vestido era muito curto.
Mesmo tendo sido inicialmente barrada, ela foi finalmente autorizada a participar do baile e se juntou a um grupo de amigos na pista de dança. Porém, alguns convidados do baile teriam se queixado que seu comportamento era “muito provocante”, e a organizadora pediu que ela se retirasse do prédio da igreja.
Segundo o Christian News, Schlaudt afirmou estar indignada com a decisão dos funcionários do baile e criticou o “dress code” do evento, que exigia que os vestidos fossem muito compridos. Ela descreve sua experiência como “realmente terrível” e como evidência de um “mal traumatizante e doloroso”.
A estudante conta que ao ser expulsa do baile atacou os funcionários do local com palavrões, mas que reconhece que sua resposta ao ocorrido foi errada. Porém, ela exige também que os funcionários do baile se desculpem publicamente com ela pelo ocorrido.
A publicação feita no blog motivou diversos comentários, entre eles de pessoas apoiando a estudante.
- Estou absolutamente de acordo que, se o que Clare relata, ela foi humilhada e tratada vergonhosamente – afirmou um dos comentários.
- É devido a ela um pedido público de desculpas. … Eu sou a favor da modéstia, mas isso é uma coisa feia a se fazer – afirmou outra pessoa.
Porém, a publicação da adolescente atraiu comentário de pessoas que discordaram de sua atitude, entre eles pais de outros jovens presentes no baile.
- Minha filha e meu filho estavam no baile. O que você não pode ver pela foto postada aqui foi que o vestido [de Schlaudt] era apertado, ficava subindo e ela recusou-se a colocá-lo de volta para baixo. Os organizadores do baile não são os hipócritas e velhacos retratados aqui. … Isso é sensacionalismo injusto – afirmou o pai de outros alunos que estavam no baile.
A estudante Callie Hobbs comentou o fato afirmando que o relato de Clare Schlaudt estaria “cheio de calúnias e mentiras”
- Mais de uma pessoa (inclusive eu) a vi dançando sugestivamente, o que era motivo para a remoção – afirmou a Hobbs.

Nenhum comentário:

Postar um comentário