quinta-feira, 30 de maio de 2013

“Até o papa tem pecados”, diz Francisco ao afirmar que a Igreja Católica é obra de Deus

“Até o papa tem pecados”, diz Francisco ao afirmar que a Igreja Católica é obra de Deus
O papa Francisco afirmou nesta quarta-feira, 29 de maio, na Praça de São Pedro, que a Igreja Católica é uma instituição divina e que até ele possui pecados.
Perante 100 mil pessoas que compareceram ao local sob chuva, Francisco afirmou que o “projeto de Deus” é que as pessoas formem uma família: “Neste projeto, encontra suas raízes a Igreja, que não é uma organização nascida do acordo de algumas pessoas, mas, como nos recordou tantas vezes o Papa Bento XVI, é obra de Deus”, disse.
A ideia de família, segundo Francisco, é encontrada no desejo de Deus que as pessoas vivam em comunhão, e se encontra representada no convite a “sair do individualismo, da tendência a se fechar em si próprios”.
O papa lembrou que muitos vivem sob o lema “Cristo sim, Igreja não” ou “creio em Deus, mas não nos sacerdotes”, e ressaltou que essa postura é consequência de falhas humanas cometidas ao longo da história: “Com certeza, os que a compõem – padres e fiéis – têm defeitos, imperfeições e pecados. Também o Papa tem muitos pecados, mas quando nos damos conta desse pecado, encontramos a misericórdia de Deus. Deus sempre perdoa. Não nos esqueçamos disso”, observou.
Segundo o papa Francisco, reconhecer o pecado e aceitar a “humilhação” recorrente “permite ver algo mais belo”, que seria o amor de Deus para com o ser humano: “Quando o pecado rompe essa relação, Deus não nos abandona. Toda a história da salvação é a história de Deus que busca o homem, lhe oferece seu amor e o acolhe”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário