quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Nas redes sociais, evangélicos iniciam boicote à microssérie O Canto da Sereia, da TV Globo

Nas redes sociais, evangélicos iniciam boicote à microssérie O Canto da Sereia, da TV Globo
A Globo estreia hoje uma nova microssérie em quatro capítulos, chamada O Canto da Sereia, protagonizada pela atriz Ísis Valverde e baseada na obra de Nelson Motta, e as redes sociais já registram os primeiros protestos por parte de evangélicos contra a produção.
Na microssérie, a personagem Sereia é uma cantora de axé, muito popular na Bahia, bissexual e acaba assassinada. No elenco, está a atriz Fabíula Nascimento, que interpretará a personagem “Mãe Marina de Oxum”, uma mãe de santo.
A atriz revelou ao portal R7 que o ambiente de gravação foi estimulante e possuía uma atmosfera diferente: “É um tesão anormal. Quando acaba a gravação e tomo um banho, viro a Isis de novo. A energia vai embora e fico podre”.
twitter gloria perez
Os protestos se dão pela presença de personagens ligados às religiões afro, assim como na novela Salve Jorge, escrita por Glória Perez. Ao saber das manifestações contrárias à microssérie, a escritora publicou em seu Twitter uma crítica ao que considerou intolerância: “Fizeram a mesma coisa com #SalveJorge! Que medo desse modo talibā de ser!”, escreveu.
boicote o canto da sereiaAntes da crítica, a autora havia publicado um link para a imagem que supostamente encabeçou a lista de perfis que protestaram contra O Canto da Sereia.
No texto que acompanha a imagem, o pastor Divino Aleixo Marinho, da Igreja Pentecostal Betel Palavra de Fogo tece críticas à emissora, ao conteúdo da microssérie, e até a movimentos sociais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário