segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Milhares de fiéis abandonam Igreja Mórmon no mesmo dia

Milhares de fiéis abandonam Igreja Mórmon no mesmo diaMilhares de fiéis abandonam Igreja Mórmon
A segunda semana de outubro deste ano ficará marcada na história da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, mais conhecida como Igreja Mórmon. Considerada uma seita do cristianismo, pois baseia suas doutrinas mais no Livro dos Mórmons que na Bíblia.
Entre os muitos ensinamentos controversos, acreditam que Jesus e o Diabo são irmãos e que o céu é um outro planeta. Mas o motivo que levou pelo menos 2.500 pessoas se desligarem ao mesmo tempo da igreja foi as mudanças de política eclesiástica.
Até 1978, a Igreja proibia terminantemente casamentos inter-raciais e não celebrava casamentos entre negros em seus templos. Os tempos mudaram e a igreja passou a aceitar isso normalmente e parou de ensinar que as pessoas negras eram amaldiçoadas, pois traziam a ‘marca de Cain’.
Agora, os documentos da igreja afirmam que os filhos de famílias LGBT não poderão ser abençoadas ou batizadas. A proibição vale para crianças adotivas ou mesmo biológicas, além dos casais que coabitem ou sejam casados legalmente. Caso uma dessas crianças queira se batizar, precisará ter 18 anos e renunciar às suas famílias e abandonarem seus lares.
A reação causou indignação imediata e milhares de pessoas preencheram o documento oficial de desligamento da igreja, em sua sede na cidade de Salt Lake City, Estados Unidos. Ainda não há registros oficiais de quantas repetiram o gesto em todo o mundo.
Para ser desligado da igreja é preciso entregar uma espécie de carta registrada ao seu Bispo e ao Presidente regional.  A liderança mundial dos mórmons emitiu um documento dando explicações, ele é assinado pelo Conselho da Primeira Presidência e o Quórum dos Doze Apóstolos.
“A doutrina revelada é clara que as famílias são eternas em natureza e propósito… os adultos que optam por entrar em um casamento do mesmo sexo ou relacionamento semelhante cometem pecado que merece um conselho disciplinar da Igreja”, afirma o esclarecimento.
Analistas acreditam que poderá surgir uma denominação que poderá reunir os mórmons que são homossexuais praticantes ou simpatizantes. Nos Estados Unidos, várias denominações cristãs como presbiterianos, metodistas, luteranos e a Igreja de Deus já possuem “ramificações” que aceitam LGBT como membros, em alguns casos até mesmo pastores e bispos. Com informações de World Religion News e Patheos

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

SÍNDROME DE "ÁGUIAS E LEÕES"



Engraçado como muitos gostam de se ver como "águias", "leões", e outros bichos valentes quando se dizem cristãos. Vivemos em um tempo onde crente precisa ter uma boa auto-estima, mas não creio que essa era a imagem que Jesus tinha para seus seguidores.



Ele se auto denomina o "bom pastor", pastor de ovelhas.

Uma ovelha não tem visão muito poderosa. Na verdade, não alcança mais que vinte metros. Se não tem alguém que as guie, caminham seguindo a ovelha mais próxima, sem questionar seu comportamento  - muitas vezes insano, comportamento repetido pela que vem em seguida, sistematicamente

São chamadas de ruminantes porque têm mais de um estômago. Isto significa que elas conseguem digerir grãos que outros animais (tais como o cão, por exemplo) não conseguem. A palavra "reflexão" está ligada a isso, já que esse processo de "ruminação" traz de volta o alimento engolido para ser re-digerido. Exatamente como devem ser feitas nossas reflexões pessoais da Palavra.

As ovelhas são geralmente, ou brancas, ou pretas. Algumas ovelhas brancas podem parecer castanhas, mas isso é por estarem sujas. Entre os "ovinos", não existe uma variação mesclada: ou se é branca, ou não. Semi branca é sujeira.

As ovelhas preferem beber água corrente, é raro beberem água estagnada. Quando o Cristo se denomina "fonte de água viva", sabia com quem estava falando, já que, como o mesmo dizia, "minhas ovelhas conhecem minha voz". É exatamente por esse fator, a voz do pastor, que as ovelhas se guiam: a importância de conhecer a voz dele faz toda a diferença quando somos conduzidos por verdes pastos.

Apesar de não gostar, as ovelhas também conseguem nadar quando necessário (inundações, etc...). Muitas vezes desconhecemos nossa capacidade, por conta de nossa nova natureza dócil. A estrutura aparentemente frágil de uma ovelha jamais revelaria essa capacidade para o nado.

Haviam pelo menos 2.386 espécies diferentes de ovelhas no País de Gales antes de este ser habitado. Embora todos sejamos ovelhas, é natural as divergências. Necessário é respeitar as pequenas variações. Nem todas as ovelhas Dele são do mesmo aprisco.

Se uma ovelha for virada de patas para o ar, ela não conseguirá se levantar sozinha, e se ficar muito tempo de barriga para cima, ela morre. Por isso, quando achar uma ovelha de pernas para o ar, por favor: ajude-a a levantar-se. Sim: "um ao outro ajudou e disse: sê forte!". Não existe comunidades cristãs de uma ovelha só. Um revés eventual da vida dos que vivem na solidão os destruirá de um momento para outro.

As ovelhas fazem "mééééé" em tons diferentes (balido, rss). Algumas chegam quase a fazer "muuuu" como as vacas, enquanto que outras quase não se ouvem. Cada uma se expressa de forma diferente, o que não as faz melhor que a outra. Só as faz diferentes.

As ovelhas não gostam que lhes façam festas no pelo. Assim que são tosquiadas tornam-se extremamente amigáveis. Ovelha se sente bem quando produzindo, ofertando, sendo útil. Estranhe quando alguém que se declara "ovelha" prefere mostrar ao invés de fazer.

As ovelhas não têm os dentes incisivos de cima. Não rosnam, não latem, não rugem, não voam.

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Igreja “inova” com óleo ungido através de Bíblia e vira alvo de críticas: “Heresia”; Assista

Igreja “inova” com óleo ungido através de Bíblia e vira alvo de críticas: “Heresia”; Assista
A mais recente inovação neopentecostal que se tornou viral nas redes sociais é um vídeo de um ritual de “unção” de um óleo através do mergulho de um exemplar da Bíblia Sagrada em um recipiente.
No vídeo, o narrador diz que o óleo em que a Bíblia ficou mergulhada é de oliva, puro, e teria sidoimportado de Israel, enquanto espreme o exemplar para que todo o óleo seja depositado em um novo recipiente.
Com centenas de visualizações, o vídeo alcançou seu ápice no último final de semana, quando muitos cristãos comemoravam o 498º aniversário da Reforma Protestante, iniciada por Martinho Lutero através da divulgação de suas 95 teses.
Diante desse cenário, a inovação neopentecostal apresentada novídeo foi classificada por muitos usuários das redes sociais como “heresia” e “distorção”.
Enquanto explica que o óleo “extraído” da Bíblia serve para “ungir sua casa, lar, empresa”, o narrador revela que pertence à igreja Templo dos Anjos, e que todo aquele “óleo sagrado” será distribuído aos fiéis que comparecerem a uma “corrente” realizada todas as quintas-feiras até o final do ano.
Embora o narrador não diga expressamente, essa é uma abordagem típica de adeptos da teologia da prosperidade. A denominação Templo dos Anjos, em Passo Fundo (RS), é conhecida na região por promover campanhas como a anunciada no vídeo.
“As oito mil promessas de bênção e de vitória estão aqui e assim será toda quinta-feira”, anuncia. Assista:

Recusa

Apesar de o segmento neopentecostal ser o que mais cresce entre os evangélicos, fiéis de outras linhas doutrinárias demonstraram estar atentos ao “misticismo” do vídeo.
As críticas à “esquizofrenia evangélica”, como destacou o site GPrime, se estenderam aos líderes evangélicos, tidos como “charlatões” e “enganadores”. Alguns internautas chegaram a comparar a inovação com práticas de religiões afro-brasileiras, popularmente conhecidas como “macumba”.

ONU planeja usar chip para identificar toda a humanidade

ONU planeja usar chip para identificar toda a humanidadeONU planeja usar chip para identificar toda a humanidade
O programa Fantástico mostrou no último domingo (01), como o governo brasileiro quer retomar a confecção do Registro Civil Nacional que reunirá todos os dados do cidadão em um único chip, incluindo a identificação biométrica (digitais). A proposta não é nova, foi lançada pelo presidente Lula 10 anos atrás.
O motivo da retomada desse cadastro é por que o Brasil assinou e está promovendo os 17 novos “Objetivos Globais” que a ONU lançou dia 25 de setembro.
Segundo o Prophecy News, escondida na proposta 16, que atende pelo nome genérico de “Paz” está o compromisso de cada nação em fazer cartões de identificação biométricos de cada homem, mulher e criança no planeta até 2030. Já existe uma base de dados central em Genebra, Suíça, que fará o controle dos dados. Chama-se Plataforma Única de Serviços de Identidade (UISP, na sigla em inglês).
O Sistema de Gestão de Identidades da Accenture (BIMS, na sigla original), guardará dados biométricos como impressão facial, da íris e as digitais. O objetivo é fazer um cadastro para posterior rastreamento, se necessário.
O texto do subponto 9 da resolução afirma: “Até 2030, fornecer identidade legal para todos, incluindo o registo de nascimento”. Uma leitura cuidadosa de outros documentos recentes da ONU, a aposta é no registro que já está sendo usado para o cadastramento dos refugiados na Europa.
O site da ONU afirma: “O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) está a avançar com os seus planos para usar a tecnologia biométrica para identificar e rastrear os refugiados, e selecionou um fornecedor para o projeto. Accenture, um fornecedor internacional de serviços de tecnologia, ganhou no concurso e irá supervisionar a implementação da tecnologia em um contrato de três anos”.
Os novos cartões de identificação biométrica após serem testados com sucesso em campos de refugiados, estão prontos para serem adotados de maneira global. Isso será feito por cada um dos países signatários dos Objetivos Globais.
No Brasil o primeiro passo já foi dado através do cadastramento biométrico obrigatório para todos os que desejam votar. Ao total, cerca de 30 milhões de pessoas já fazem parte do banco de dados nacional.
O novo documento acompanhará as mudanças nos registros do cidadão, desde o seu nascimento até o seu óbito. “Quem não sonha sair de casa carregando apenas um documento, em vez de ser obrigado a andar com vários deles na sua carteira ou na sua bolsa?”, afirmou a presidente Dilma no lançamento do projeto, que seguiu para ser votado pelo Congresso.
Segundo a presidente, o governo vai investir todos os recursos humanos e financeiros necessários para finalmente viabilizar a criação de um único número de identificação o quanto antes.

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Aluna da sétima série enfrenta professora ateísta…. e vence

Aluna da sétima série enfrenta professora ateísta…. e venceAluna enfrenta professora ateísta.... e vence
Uma aluna da sétima série chamou atenção da mídia americana esta semana por tomar um posicionamento público, defendendo sua fé cristã.
Jordan Wooley sentiu-se constrangida quando a professora pediu que ela negasse a existência de Deus em um trabalho escolar. Quando tentou discordar, foi repreendida pela professora.
Ao chegar para mais um dia de aula na Escola West Memorial, em Katy, Texas, a professora que trabalhava leitura e produção textual afirmou diante da classe que Deus é um “mito” e qualquer aluno que dissesse que Deus é um “real” está errado e ficaria com uma nota baixa.
“Ela começou a dizer que todos estavam completamente errados. Também ridicularizou nossos pastores”, conta a jovem.
A mãe de Jordan, Chantel Wooley, afirmou que o trabalho que os alunos teriam de fazer representaria cerca de metade de nota de sua filha na aula de leitura.  A professora fez a mesma ameaça em todas as turmas que ela ensinou durante a semana.
Ao chegar em casa, Jordan falou com seus pais e como havia uma reunião do conselho escolar naquela noite, pediu para participar. Ela pediu a palavra e confrontou a professora ateísta publicamente, diante dos pais e professores presentes.
Uma outra professora de leitura estava no local e afirmou que questionar a existência de Deus não fazia parte do currículo. O superintendente educacional Alton Frailey desculpou-se com  Jordan. “Eu realmente sinto muito que sua fé foi questionada assim”, declarou.
Prova ateísta
Prova ateísta.
Ele disse que iria pessoalmente investigar por que os procedimentos padrões não estavam sendo seguidos na escola. “Nós certamente vamos olhar isso de perto. Muito obrigado. Foi muito corajoso da sua parte. Obrigado, Jordan”, finalizou.
No dia seguinte, o diretor da Escola West Memorial anunciou que o trabalho dado pela professora não pesaria na nota final. O nome da professora não foi divulgado, pois ela foi afastada até o fim do procedimento interno do distrito.
Nesta quinta, o pastor Franklin Graham usou sua conta no Facebook para elogiar Jordan por sua postura: “Isso requer coragem! Sou grato por jovens como esta que falam sobe sua crença em Deus e Seu Filho, Jesus Cristo. Isso é uma lição que todos nós podemos aprender!”. Com informaçõesGospel Herald e Usa Today
Assista o discurso da aluna: