terça-feira, 25 de novembro de 2014

“Culto de Milagres” em estádio termina em tumulto e 11 pessoas morrem pisoteadas

“Culto de Milagres” em estádio termina em tumulto e 11 pessoas morrem pisoteadas
Um evento chamado “Culto de Milagres”, organizado por uma igreja neopentecostal de Zimbábue em um estádio, terminou com a morte de 11 pessoas após um tumulto generalizado.
A tragédia aconteceu na última sexta-feira, 21 de novembro, quando milhares de pessoas tentaram deixar o estádio pela mesma porta de saída. De acordo com a Polícia local, mais de 30 mil pessoas compareceram à reunião.
O estádio, localizado a 130 Km a oeste de Harare, capital do país, havia sido reservado para uma pregação do pastor Walter Magaya, conhecido no país por atrair multidões.
De acordo com o comissário Shadreck Mubaiwa, o tumulto começou quando o pastor encerrou o culto de milagres, e parte dos presentes resolveu sair às pressas do local, por uma única saída.
No tumulto, quatro pessoas que foram pisoteadas foram declaradas mortas no próprio estádio, enquanto outras sete foram socorridas a um hospital próximo e não resistiram aos ferimentos.
“A policia tentou resgatar as pessoas, mas se viram impedidas pela grande multidão. É uma pena que as pessoas queriam sair correndo, o que tornou difícil de conter a situação“, disse Mubaiwa à agência de notícias Reuters.
No entanto, alguns dos fiéis que compareceram ao “Culto de Milagres” acusaram a Polícia de obstruir a maioria das saídas do estádio, e de usar gás lacrimogêneo para impedir a saída descontrolada das pessoas. A Polícia nega as acusações.

Pastor Magaya

De acordo com a BBC, Walter Magaya é um líder religioso que baseia seu ministério na promessa de curas a partir de orações milagrosas.
Magaya se diz discípulo do popular e polêmico pastor TB Joshua, e se tornou conhecido há dois anos, após evangelizar uma famosa dançarina stripper de Zimbábue, conhecida como Beverly Sibanda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário